Seguidores

Quem sou?

Aqui neste mundo virtual

Eu não estou preocupada com quem sou

Porque aqui eu sou o que escrevo

Aqui eu sou o que penso

Aqui eu sou o que sou

Eu sou somente um sentimento

Enide

20 de jul de 2015

Puro Prazer

















Teus olhos já não fogem mais de mim
Agora me buscam
Como borboletas a um jardim.

Retorna tua boca
Para encontrar-se com a minha
Assim como a abelha a sua rainha

Tuas mãos conseguem me enxergar
Assim como a terra
Delineia o seu mar.

Ah, a tua pele!
Que seu calor busca me doar
Assim como o sol aquece o ar.

 Nada é por obrigação
Apenas por prazer
Amor e paixão.

Enide Santos 20/07/15


2 comentários:

  1. Nunca o amor deve mesmo ser por obrigação.
    Amor é prazer, amor é paixão!
    Muito calor em sua poesia, Enide!

    ResponderExcluir
  2. Dá uma paz ler uma poesia falando de amor, assim, tão candidamente.

    ResponderExcluir

Incentive o meu pensar e me deixe seu comentário.