Seguidores

Quem sou?

Aqui neste mundo virtual

Eu não estou preocupada com quem sou

Porque aqui eu sou o que escrevo

Aqui eu sou o que penso

Aqui eu sou o que sou

Eu sou somente um sentimento

Enide

27 de dez de 2014

A última poesia

A TI, MI AMADO HÉROE

A última poesia

Dos olhos a correr

Dolorosas lágrimas

Sem nada dizer

 

Camuflados pensamentos

Largados na algibeira do tempo

Debruçados a sós

Vagam os sentidos

No profundo de nós

 

Ainda havia tanta coisa a dizer

Tanta poesia à fazer

Ainda havia um mundo inteiro

Dentro do meu ser.

 

O fim do laço a sua perfeição

O fim dos aplausos a sua entoação

O fim do grito de som aturdido

O final do capitulo do meu destino.

 

Enide Santos 28/12/14

9 de dez de 2014

O outro lado de mim

10390317_457997857637207_4840259425423959109_n

O outro lado de mim

Aquele que tem cobiça

Mas finge não ser assim

Aquele que do nada se irrita

E esconde seu lado ruim

 

O outro lado de mim

Que gosta da gula

Inveja e usurpa

Mente e insulta

Fuzila fitando

Cospe rosnado

Pisa matando.

 

O outro lado

Que é prisioneiro

Metido a matreiro

Tenta fugir.

 

Todos têm seu lado bom

Seu lado ruim

Comigo também é assim

Mas o Deus que há em mim

Sempre me ajuda a resistir.

Ao outro lado de mim.

 

Enide Santos 10/12/14

3 de dez de 2014

Retrato de mamãe

Retrato

Uma lata ela abria

Retirando toda a tampa

Tão doce parecia

O seu belo semblante.

 

Criança, eu não entendia.

Que mamãe criara poesia

Cantarolava e a lata abria

Com carinho o vaso surgia.

 

Sobre a mesa a lata estava

Abarrotada de flor

Toalha de chita

Combinando com louvor

 

E com um terno sorriso

A casa mamãe enfeitou

E da minha infância, te digo...

Só recordo com amor.

 

Enide Santos 04/12/14