Seguidores

Quem sou?

Aqui neste mundo virtual

Eu não estou preocupada com quem sou

Porque aqui eu sou o que escrevo

Aqui eu sou o que penso

Aqui eu sou o que sou

Eu sou somente um sentimento

Enide

21 de abr de 2014

Sol do amanhã

1779160_584251158333008_20715154_n

O sol do amanhã

Antecipadamente brilha

Ressaltando que o ontem o criou

Derramando laços, no hoje que não findou.

 

Do céu de ontem

Hoje apenas resta a tinta seca

Da qual a lembrança do olhar

Nunca, nunca deixara o tempo levar.

 

Enquanto que o dia de hoje

Pleno se mantém

Arrastando nos braços

A certeza do dia que vem.

 

Enide Santos 12/04/14

4 comentários:

  1. Enide, como é a primeira vez que te visito, li vários poemas.
    E gostei muito.
    Parabéns pelo talento que as tuas palavras revelam.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Um lindo poema que!. Ontem produziu o hoje que produzirá o amanhã.
    Beijos,
    Élys.

    ResponderExcluir
  3. Lindos versos Enide...
    Teus versos me fazem lembrar de um trecho de uma música: "Se amanhã não for nada disso, caberá só a mim esquecer." O difícil é esquecer... Ou parar de desejar.

    Parabéns! Boa noite...

    ResponderExcluir
  4. Boa noite, Enide. Eu identifiquei-me mais com a segunda estrofe do poema, porque acredito que as lembranças ficam e novos rumos se apresentam se assim tiver de ser, se não formos interrompidos pelo fim da nossa missão aqui.
    Portanto, a fé é o que nos move a acreditar que o futuro existirá.
    Obrigada por sua presença no "Redescobrindo a Alma."
    Tenha uma abençoada semana de paz!
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir

Incentive o meu pensar e me deixe seu comentário.